Arquivo da categoria ‘Europa’

Depois de comentar que para entrar na Igreja da Sagrada Família temos que pagar a quantidade de 13 euros, agora é hora de comentar um pouco sobre a linda arquitetura do templo católico. Devo confessar que não entrei no templo e somente tirei fotos do lado de fora da mesma, isso por que um dia antes na recepção do hotel citadines em Barcelona onde estávamos hospedados minha família e eu pela Royal Holiday, encontrei um simpático cidadão de origem americana que me disse que não valia a pena entrar por que não havia nada de muito interessante, somado a quantidade a pagar não arrisquei. O que sim posso dizer é que a estrutura da igreja é impressionante, maravilhosa arquitetura e acabamentos, o simples fato de haver visto de fora não diminui em nada a visita, de fato muitos dizem que o lado de fora é muito mais bonito que o lado de dentro. O templo ainda está em construção e a mesma está prevista para o seu término até o ano de 2026 quando completará um século da morte de seu último e maior arquiteto Antoni Gaudí.

Pagar ou não para entrar é opcional, o que não podem deixar de fazer é pelo menos ver do lado de fora essa bela criação humana.

Boa Viagem!!!

 

Anúncios

Esse post não precisamente para falar sobre os brasileiros que moram no continente europeu, e sim para falar sobre o nosso comportamento quando nos encontramos na Europa ou em qualquer lugar onde o nível de educação é maior. Gostaria de me usar como exemplo nesse post e sei que outras pessoas vão se sentir identificadas com o que eu vou escrever. Durante toda a viagem pela Europa eu caminhei bastante, grande parte de tudo o que visitei foi caminhando de um lado para outro das cidades e uma coisa que eu me preocupava muito era em atravessar as ruas somente quando o sinal dos pedestres estivesse verde e o dos carros vermelho, sempre andar pela calçada e sempre manter os bons modos em público, depois comecei a pensar por que não sou assim aqui no Brasil, não que eu saia na rua fazendo um monte de coisas estúpidas, mas sim não me preocupo em esperar que sinal dos pedrestres esteja verde e até com um pouco de arrogância não me importa como deveria com quem está ao meu redor, e digo isso com imensa vergonha e depois dessa experiência disposto a mudar isso.

Agora pergunto, por que somos assim em nosso país e nos outros somos verdadeiros cavalheiros e damas? Qual sua opinião? Participe!

Há três maneiras de conhecer Barcelona sem gastar muito dinheiro, ônibus, metrô e o Tramvia; Esse último eu gostaria de comentar um pouco melhor por que também vai relacionado com a educação do europeu. O Tramvia é uma espécie de trem rápido que cruza a cidade de Barcelona, não é tão grande como o metrô da cidade que também é muito bonito, mas é um meio de transporte muito moderno e útil para as pessoas já que ajuda a que os ônibus e o metrô não estejam lotados assim aumentando as opções de transporte. O preço do Tramvia é de um pouco mais de 1 euro e compra-se o bilhete na própria estação onde o mesmo passa, o curioso do assunto é que não há ninguém cuidando para que todos comprem os bilhetes, me disseram que pode ser que passe uma pessoa pedindo para que as pessoas mostrem os bilhetes e caso alguém não o tenha recebe uma multa de até 90 euros, eu sinceramente nunca vi ninguém passar e pedir para mostrar o bilhete, mas mesmo assim todos compram e levam consigo para não ter problema.

Se fosse aqui no Brasil teríamos essa mesma consciência? O mais provável é que não, tudo é uma questão de educação e cultura.

Boa Viagem!!!

 

A cada viagem internacional que faço observo o jeito que os habitantes locais se comportam e sua maneira de ser, tento comparar seus comportamentos a atitudes com a nossa maneira de ser e assim chegar a uma conclusão sobre as principais diferenças. Nesse caso gostaria de falar um pouco sobre o que pude perceber sobre o povo europeu, claro que não todo europeu é igual, não o mesmo um espanhol de um francês, mas há coisas que sim todos têm em comum. O principal ponto positivo dos europeus é sua organização e educação, quando caminhamos pelas ruas europeias é comum que um motorista pare para que as pessoas possam atravessar a rua, quase não vemos lixo na rua e sempre vemos algum varrendo, tudo parece estar muito bem planejado para que tanto pessoas como carros possam fluir bem. Outra grande diferença é a maneira formal de tratar as pessoas, os europeus demoram em ter confiança com alguma pessoa, são mais fechados e menos expressivos que os latinos em si, por outro lado as vezes parecem liberar o bicho que têm dentro e se transformam totalmente como no caso do ano novo na Avenida dos Campos Elísios, passam de pessoas frias a pessoas demasiadas expressivas.

Também fica muito claro o nível superior de vida de um europeu assim claro como o nível o qual os países são governados.

Alguns dizem que temos o país que merecemos, e talvez seja verdade pois uma nação quem a conforma é seu povo, mas o Brasil está indo em uma boa direção tomara que um a gente tenha um nível de vida e educação como os dos países europeus.

Boa Viagem!!!

 

 



Grande parte do turismo pela Europa consta em visitar monumentos relacionados com algum tipo de arte, e grande parte dessa está expressada em igrejas e catedrais como é o caso da Igreja da Sagrada Família em Barcelona e a Catedral de Barcelona que está próxima ao hotel Citadines da Royal Holiday onde estava hospedado com minha família.

Mesmo para aquelas pessoas que não são religiosas visitar uma igreja ou catedral muito bem construída é algo interessante e um cenário perfeito para tirar boas fotos, o interessante aqui é o fato de se cobrar para entrar em uma igreja, local mais conhecido como a casa de Deus e que até mesmo o próprio Jesus disse que não se fizesse da casa de Deus um mercado. Baita surpresa durante nossa passagem por Barcelona fomos visitar a Igreja da Sagrada Família, obra de Antoni Gaudí, e para entrar nos cobravam 13 euros, mais de 30 reais e depois fomos até a catedral de Barcelona e nos cobravam 6 euros que equivale a 15 reais. Segundo explicações essas igrejas são privadas e por isso os donos cobram para que os visitantes possam entrar.

Incrível mas real, já pensou se cobrassem para entrar na Catedral da Sé, na Catedral de Aparecida do Norte? Enfim, já estão avisados se quiserem visitar alguma dessas igrejas e com certeza outras pela Europa, terá que pagar.

Boa Viagem!!!